Floresta Nacional de Ipanema | Iperó

A Floresta Nacional de Ipanema é uma reserva de 5 mil hectares de mata atlântica, localizada no município de Sorocaba/SP, e ali ocorreram as primeiras tentativas de fundição de ferro na região. Tem esse nome devido ao rio Ipanema que passa ali.

A região é formada por rochas vulcânicas com cerca de 123 milhões de anos e o local é rico em histórias como a do Monge Italiano que viveu em uma gruta a mais de 150 anos e do famoso historiador brasileiro Varnhagen, descobridor do túmulo de Pedro Álvares Cabral, entre outras histórias.

As Trilhas do parque de Ipanema

São três trilhas no parque. A primeira, a Trilha Sítio Histórico, tem 1.200 metros e é a mais curta e fácil de fazer, além de ser próxima do centro de visitantes. Ali é possível visitar as edificações da Real Fabrica de Ferro de Ipanema, que datam de 1811 e é conhecido como o Berço da Siderurgia Nacional.

Trilha da Pedra Santa

Trilha da Pedra Santa

A Trilha da Pedra Santa é a mais difícil das três. Tem aproximadamente 6km e demora cerca de 3h pra chegar até ao topo, contando com as paradas previstas pelo guia para contar a história do local.

Por fim, a Trilha Afonso Sardinha, com distância e tempo de percurso similares a trilha anterior. Essa trilha passa pelas ruínas dos fornos construídos pelo bandeirante Afonso Sardinha em 1597, utilizados para fabricação de ferro.

Todo o passeio no parque é guiado por condutores, e o percurso começa na sede administrativa. Lá recebemos as primeiras informações sobre o roteiro, um pouco da história do local e os cuidados que devemos ter durante a caminhada.

Um dos objetivos dessa trilha é chegar no Monumento a Varnhagen, no topo do morro, ponto final da Trilha da Pedra Santa.

Para situar, Francisco Adolfo de Varnhagen é filho de um alemão contratado para construir os fornos da Real Fabrica de Ipanema. Ele nasceu em Iperó e foi um dos principais historiadores brasileiros e o Monumento no topo do morro foi construído para abrigar os restos mortais dele, que hoje estão na cidade de Sorocaba.

Primeira Cruz de Ferro

Primeira Cruz de Ferro

Segunda Cruz de Ferro

Segunda Cruz de Ferro

Voltando a caminhada, logo na saída passamos por uma das três cruzes de ferro fabricadas no local, mas a primeira parada é no primeiro terço da subida, na Gruta do Monge, onde o Monge Gionanni d’Augustini ficou alguns anos meditando, pregando e ajudando os enfermos mais necessitados, já que também era médico.

A partir da Gruta do Monge é que precisamos redobrar a atenção. O percurso fica mais íngreme e a quantidade de pedras aumenta, mas sorte a nossa que há cordas em pontos estratégicos para auxiliar a subida até a Cruz da Pedra Santa, nossa segunda parada para fotos e para conhecer um pouco mais da história do local e do Brasil contada pelo guia.

Monumento a Varnhagen

Monumento a Varnhagen

Visão panorâmica do Monumento a Varnhagen

Visão panorâmica do Monumento a Varnhagen

Mais adiante, chegamos ao destino final, Monumento a Varnhagen, e ali temos uma vista panorâmica de todo o parque e das cidades de Iperó, Boituva, Votorantim e Sorocaba.

Trilha Afonso Sardinha

Trilha Afonso Sardinha

A volta pode ser feita por um caminho diferente e bem mais tranquilo, mas só até encontrar a Trilha Afonso Sardinha, e a partir dali entramos em uma trilha no meio da mata, passamos pelas ruínas dos antigos fornos de Afonso Sardinha, e uma figueira com cerca de 500 anos. Pra quem quiser, é possível tomar uma banho no riacho que acompanha parte da trilha.

Trilha Afonso Sardinha

Trilha Afonso Sardinha

Apesar desta trilha não ter pontos íngremes como a Trilha da Pedra Santa, também tem que tomar muito cuidado, já que há muitas pedras e trechos escorregadios, além de muitas lagartas nas árvores.

Trilha do Sítio Histórico

Trilha do Sítio Histórico

Trilha do Sítio Histórico

Trilha do Sítio Histórico

Por fim, ficou a Trilha do Sítio Histórico que abriga o sítio arqueológico com parte das instalações da Real Fabrica de Ferro preservadas. Ali é possível ver como os primeiros artefatos de ferro fundido foram produzidos no Brasil, inclusive o ferro das armas usadas na guerra do Paraguai foram fundidas ali.

Todas as trilhas podem ser feitas em um dia. Pra quem tem um pouco de condicionamento físico, acredito que todas são fáceis, desde que sejam feitas com cuidado, e no geral, pra quem gosta da história do país, o lugar é perfeito, o guia conta a história do parque e da região relacionando com acontecimentos e figuras históricas do Brasil. Vale muito a pena visitar o lugar.

Dicas de itens para levar nas trilhas

  • Mochila
  • Água – entre 1 e 1,5 litros
  • Tênis com solado aderente ou botas de trilha
  • Roupas leves
  • Boné ou chapéu
  • Capa de chuva
  • Filtro solar
  • Repelente de insetos
  • Câmera fotográfica
  • Lanche – pode ser frutas, barra de cereal, sanduíche e similares

Horário de visitação

É possível visitar a Floresta Nacional de Ipanema entre terça e domingo, entre 8h e 16h, desde que pré agendado.

O ingresso para visitar o parque é de R$ 9,00 (jan/18) por pessoa, mais o valor do guia a ser combinado com ele.

Há a possibilidade de agendamento prévio de trilha pelo telefone (15) 3266-9099 (Centro de Visitantes).

Como chegar a Floresta Nacional de Ipanema

A Floresta Nacional de Ipanema localiza-se no interior do estado de São Paulo, a 120 km da capital. Fica a aproximadamente 15 km da cidade de Sorocaba.

Os dois principais acessos à Flona são pelo Km 99-B da Rodovia Castello Branco (SP-280), passando a cidade de Sorocaba (entrada pela Portaria 1 – coordenadas geográficas 23º 25′ 24″ S / 47º 35′ 45″ O), ou pelo Km 112 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), antes da entrada de Araçoiaba da Serra (entrada pela Portaria 2 – coordenadas geográficas 23º 27′ 24″ S / 47º 35′ 30″ O).

Endereço

Caixa Postal 217 – Centro – Araçoiaba da Serra – SP – CEP: 18190-970
Tel.: 15 3266-9099 (Centro de Visitantes) e 15 3459-9220 (Administração)

Galeria de Fotos da Floresta de Ipanema

Você também vai gostar

Diário de Bordo: El Calafate, Perito Moreno, Torre... De El Calafate até o Fim do Mundo, passando por glaciares, lagos e trekking de quase 20 km. Variações de temperatura que davam a sensação de mudar do ...
Como ir de El Calafate para o Parque Nacional Torr... Há ônibus que saem diariamente de El Calafate na Argentina para Puerto Natales ou Torres del Paine no Chile. Mas não é recomendado ir e voltar no mesm...
São Miguel das Missões | Rio Grande do Sul São Miguel das Missões fica no Noroeste do Rio Grande do Sul, e é conhecido pelas Ruínas Jesuítas construídas entre o Séc XVII e XVIII. O Sítio Arqueo...
Catedral e Cripta da Sé em São Paulo A Catedral da Sé de São Paulo esta localizada na praça da Sé, no centro da capital paulista. Ela é um marco religioso de São Paulo. Foi projetada no e...

Sobre

Chapecoense, Publicitário, Sommelier de Cerveja e aprendendo a fazer cerveja. Escritor do Rango e Trago, viajante e apaixonado por novas culturas. Me siga no Twitter, no Facebook e no Google+.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *