Paranapiacaba, Santo André – São Paulo

Paranapiacaba é um pequeno distrito do município de Santo André, São Paulo. Ela tem cerca de 1.100 habitantes e fica a 60km da capital paulista.

A origem do nome vem do tupi, que significa “de onde se vê o mar”, pois essa era a visão que os povos indígenas tinham ao passar pela região em direção ao planalto, onde mais tarde foi construída a estrada de ferro Santos-Jundiaí pela São Paulo Railway Co.

Passeio de Maria Fumaça

Passeio de Maria Fumaça

O pequeno vilarejo era o último ponto de parada antes da descida da serra, e por esse motivo, se tornou um lugar estratégico para a manutenção do maquinário.

Paranapiacaba da Ponte Metálica

Paranapiacaba da Ponte Metálica

Hoje a vila é um museu histórico em decadência, e os moradores apontam o início deste fato a partir de o patrimônio da vila ser incorporado ao Governo Federal, após termino da concessão da São Paulo Railway Co.

Mas, apesar da falta de manutenção do vilarejo, ele ainda é um lugar fantástico, tranquilo e com muita história para contar.

O que fazer em Paranapiacaba

A vila é pequena e os pontos turísticos podem ser visitados a pé. Lá também tem muitos passeios de trekking, porém, com exceção de uma ou duas caminhadas, o restante é necessário o acompanhamento de guias e são pagos.

Como é comum fechar o tempo no meio da tarde, é bom chegar cedo para fazer trekking e conseguir aproveitar a vista do alto do morro.

Igreja Bom Jesus de Paranapiacaba

Igreja Bom Jesus de Paranapiacaba

Há também alguns festivais recorrentes na vila, como a Convenção de Magos e Bruxas em maio, Festa Junina, Festival de Inverno em Julho, Festival do Cambuci em Abril e outros.

No dia que visitei Paranapiacaba estava acontecendo o festival do cambuci, e o legal é que toda a culinária do local tem como base o cambuci na receita. Experimentei um hambúrguer com pão de cambuci e um suco da mesma fruta. Ambos muito bons e interessantes. Vela a pena conhecer.

Relógio da Estação

Relógio da Estação

Os pontos turísticos que mais me chamaram a atenção foram a Igreja Bom Jesus de Paranapiacaba, que fica na parte alta da cidade, o Relógio da Estação, que lembra o Big Ben londrino, usado para marcar os horários do trem e entrada e saída dos funcionários.

O Antigo Mercado, que quando visitei tinha uma feirinha com produtos feitos a partir de cambuci, e até comprei uma camburula, uma espécie de amarula de cambuci.

Passeio de Maria Fumaça

Passeio de Maria Fumaça

A Passarela Metálica que liga a parte baixa e alta da cidade, o pau-da-missa que é uma árvore central onde antigamente eram fixados os recados, a estação ferroviária e o passeio de maria-fumaça – ambos cobram um valor simbólico de R$ 10,00 (abr/2015).

O passeio com a maria-fumaça é curto, apenas 1km de distância, cerca de 10 minutos de passeio, ida e volta. Apesar de breve, ele é cheio de história, onde o guia narra a história da vila, ferrovia e da importância econômica da região. É um passeio legal pra quem quer saber mais sobre a vila.

Como chegar em Paranapiacaba

Trem e Ônibus

A partir da Estação do Brás, basta pegar a CPTM (Brás-Rio Grande da Serra) e descer no último ponto, em Rio Grande da Serra. Lá é só atravessar a linha férrea até o ponto de ônibus central, a 50 metros de distância, e a partir dali, pegar a linha de ônibus Paranapiacaba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *