Rota dos 7 Lagos – Chile

Pra quem esta passeando pela região que abrange as cidade de Pucón ou Villarrica, pensando em subir o Vulcão Villarrica ou o Vulcão Quetrupillán, outro passeio muito recomendado e menos cansativo, é percorrer a Rota dos 7 Lagos.

Mapa Rota 7 Lagos

Mapa Rota 7 Lagos

Fizemos este roteiro partindo da cidade de Pucón, e a distância foi pouco mais de 300 km (ida e volta). O passeio consiste em uma viagem de Pucón a Villarrica (costeando o Lago Villarrica) em direção a cidade de Licanray (Lago Calafquén), passando por Coñaripe (Lago Pellaifa), Neltume (por uma estrada de rípio – Lago Neltume), Puerto Fuy (Lago Pirehueico), Choshuenco (Lago Riñihue) e Panghipuli (Lago Panguipulli).

Lago Villarrica

Lago Villarrica

A volta, pode ser feita da cidade de Panghipuli em direção a Coñaripe e Pucón, que dá 100km de distância, e repete o caminho de ida, ou é possível dar uma volta maior e ir até a cidade de Loncoche e Pucón, que dá 30km a mais que o retorno pelo mesmo caminho da ida.

Rota 7 Lagos

Rota 7 Lagos

Pra quem optar em atravessar a fronteira do Chile e Argentina pelos Andes, pode cortar caminho por Puerto Fuy, onde há um balsa (www.barcazas.cl) que atravessa o Lago Pirehueico diariamente até o vilarejo de Puerto Pirehueico, caminho para atravessar os Andes via Passo Huahum, fronteira entre Chile e Argentina, em direção a San Martin de Los Andes na Argentina.

Rota 7 Lagos

Rota 7 Lagos

A Rota dos 7 Lagos passa por uma região de lagos e montanhas, com vegetação abundante e preservada, é um roteiro encantador, mesmo com nosso passeio ter sido afetado pelo mau tempo e constantes chuvas no dia, ele é muito recomendado, principalmente para quem gosta de natureza.

Fotos Roteiro Sete Lagos

Sugestão de roteiro dos sete lagos

A seguir uma sugestão de percurso da Rota dos 7 Lagos:

9 Comentários para “Rota dos 7 Lagos – Chile”

  1. Gervasio Matumoto disse:

    Olá Ricardo, parabéns pelo seu relato, muito esclarecedor, e também pelas belas fotos. Estarei indo em Maio e sei que pegarei muita chuva nessa região, já aluguei um carro, porém ele não é 4×4. Será que terei problemas com lama, buracos, etc… nos trechos não asfaltados, de rípio, como a acesso a Neltume ou ao próprio Vulcão Vilarrica, por exemplo? As opções para veículos 4×4 são muito caras, acabei alugando um Jeep Compass 4×2.
    Outra dúvida, levarei meu filho de 4 anos, existe alguma restrição quanto à idade para subir o teleférico do Vilarrica? (logicamente não irei subir até o topo, apenas no trecho do teleférico). Obrigado.

  2. Felipe Amende Leal disse:

    Olá,em que época do ano era quando subiu o Villarrica? Será que em dezembro o processo de subida e descida é similar ao que descreveu? Qual a temperatura que pegou?

  3. Giselle Bertolacini disse:

    Olá! Vou a Pucón em setembro e me interessei pelo passeio pelos 7 lagos. Como você fez? Pagou pelo passeio ou alugou um carro? Qual o tempo e o custo estimado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *