Salto Yucumã

O maior salto longitudinal do mundo, se é que existe outro, é um destino especial pois diferentemente da maioria das cachoeiras, cascatas, quedas e cataratas, no Salto Yucumã a água cai em um sentido e corre em outro, desta forma é possível observar o salto de frente e de muito perto. O salto é uma grande fenda que rio abaixo se estende por 1,8 Km. Como está localizada no eixo do Rio Uruguai, em tempos de estiagem faz com metade do rio fique seco, proporcionando as melhores paisagens.

Pórtico Derrubadas

Pórtico da Cidade de Derrubadas

O acesso por território brasileiro se faz pelo Parque Florestal Estadual do Turvo no município de Derrubadas-RS. O mais importante é entrar em contato com a administração do parque através da secretaria de turismo de Derrubadas para obter informações sobre o nível das águas do rio Uruguai, pois se o volume de água for suficiente para ultrapassar a fenda existente no rio, a visualização do salto fica comprometida. Ingressos para visitação podem ser comprados diretamente no parque, informações atualizadas podem ser obtidas no site da prefeitura de derrubadas.

Os aeroportos mais próximo estão em Passo Fundo – RS e Chapecó – SC, a partir destas localidades existem rodovias totalmente asfaltadas até a entrada do parque. No mapa abaixo é possível visualizar as rotas a partir das duas cidades mencionadas, bem como os pontos de referência.

Para chegar ao rio existe uma estrada de 16 Km de chão batido muito bem conservada já na área interna do parque.

Estrada Yucuma

Estrada de Chão Batido

Durante o percurso é possível observar a fauna e a flora de uma mata fechada preservada. Um lago verde próximo a margem da estrada causa a impressão de estar adentrando um pântano.

Pantano

Lago com Coloração Esverdeada

Ao final da estrada existe um grande estacionamento. Guardas responsáveis pela segurança do parque garantem que todos os visitantes tenham saído do parque antes do anoitecer. Estando no Rio Grande do Sul, churrasqueiras estão disponíveis para quem quiser preparar sua refeição. Após uma pequena caminhada, surge entre a mata em um horizonte de pedras o belíssimo Salto Yucumã, é possível caminhar rio a dentro até sentir os pingos de água no rosto!

Salto Yucumã

Salto Yucumã

Na região do Salto Yucumã, o Rio Uruguai não é mais divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e sim divisa entre Brasil e Argentina. Por volta da metade da extensão do salto existe uma passarela, para que visitantes provenientes de solo argentino possam chegar perto a fenda.

Passarela

Passarela em Território Argentino

Como o lado brasileiro fica nivelado abaixo do lado argentino, a vista com certeza é mais privilegiada. Entretanto a navegação no rio é permitida apenas partindo de portos argentinos.

Barco

Barco com Bandeira Argentina Subindo o Rio

O parque fecha suas portas as 17:00 horas, entretanto é necessário partir, caso estiver de carro, as 16:30 horas para percorrer o caminho de volta do estacionamento até a entrada do parque.

Fotos Salto Yucumã

Um Comentário para “Salto Yucumã”

  1. Paulo Vianna disse:

    Lugar magnífico. Mas quero deixar registrado que tivemos, até à construção de uma usina hidrelétrica no rio Paranaíba (divisa de Minas com Goiás), um salto semelhante a esse (longitudinal em relação ao eixo do rio) que foi submergido pela represa: o Canal de São Simão, com dois quilômetros de comprimento.
    Só para não perdermos a memória…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *