São Thomé das Letras – Minas Gerais


São Thomé das Letras é uma pequena cidade mística e alternativa do interior de Minas Gerais. Segundo os moradores, em algumas noites claras é possível ver luzes de naves extraterrestres sobrevoando a cidade e proximidades. Na cidade é comum encontrar referências de ETs, como estátuas, pinturas e outros.

Estátua de ET em São Thomé das Letras

Estátua de ET em São Thomé das Letras

A cidade transmite uma sensação de tranquilidade e paz e há quem diga que é um dos sete pontos energéticos da Terra. Quase toda a parte central é feita de pedra de quartzito. As casas, a estrada, o artesanato local e até uma igreja foi construída somente com esse tipo de pedra.

Igreja matriz vista de cima da gruta de São Thomé

Igreja matriz vista de cima da gruta de São Thomé

Pra quem for lá passar o fim de semana, há muitas opções de hotéis, pousadas, pessoas que alugam um quarto da casa e locais para camping, mas é complicado fazer reservas com antecedência, pois poucos destes lugares possuem site ou telefone para contato e grande parte dos que entrei em contato, simplesmente não responderam.

Como não sabia desta vasta disponibilidade de lugares para passar a noite, reservei uma pousada longe do centro e num valor um pouco acima do que tinha pré-definido, mas o lugar era espetacular.

O que fazer em São Thomé das Letras

Visão da cidade pelo Morro do Cruzeiro

Visão da cidade pelo Morro do Cruzeiro

Além das lendas de São Thomé, a cidade é cheia de belezas naturais como rios e cachoeiras. Outro diferencial é por ela estar a uma altura privilegiada, 1.250 metros acima do nível do mar, existem vários pontos que proporcionam uma visão panorâmica da cidade e região.

Cachoeiras de São Thomé das Letras

Minha única falta de sorte, e que nem foi tanto assim, foi por ter ido em um período pós chuva. Isso fez que muitos dos lugares que visitei estivessem com a água barrenta. Mas nem por isso deixei de entrar na água e tirar varias fotos legais.

Todas as cachoeiras que visitei são de fácil acesso, todas ficam próximas a estrada principal e tem caminhadas curtas, entre 15 e 35 metros. O mais difícil é dirigir pela estrada, que é de rípio e está em péssimas condições, mas é só ir devagar e dirigir com atenção.

Cachoeira da Lua

Entrada para a Cachoeira da Lua

Cachoeira da Lua

Cachoeira da Lua

O tur pelas cachoeiras começou pela Cachoeira da Lua, que era a mais próxima do local que estava hospedado. É uma cachoeira pequena, mas que tem um grande poço de água que dá para arriscar umas braçadas e pular de uma corda presa a uma árvore.

Praticamente em todas as atrações turísticas da cidade tem artesãos e hippies vendendo seus artesanatos e é legal dar uma olhada e levar algo que te chame a atenção.

Cachoeira da Eubiose

Cachoeira da Eubiose

Dando sequencia ao passeio, a próxima parada foi a Cachoeira da Eubiose, a única que cobra ingresso, R$ 5,00 (jan/17) por pessoa. Apesar dela estar praticamente vazia, muito provável que por causa do valor cobrado, foi uma das cachoeiras que mais gostei do passeio. Tem uma queda com cerca de 5 metros e um poço raso na queda.

Cachoeira do Flávio

Cachoeira do Flávio

Cachoeira Véu de Noiva

Cachoeira Véu de Noiva

O destino seguinte foi a Cachoeira do Flávio, com cerca de 4 metros de altura, e dois poços rasos, tanto na parte de cima quanto na queda dela. Próxima da Cachoeira do Flávio, tem a Cachoeira do Paraíso e Véu de Noiva, ambas ficam na mesma parada, porém as trilhas para chegar a elas são para lados opostos, a Véu de Noiva é pela direita e a outra desce à esquerda.

O dia que fui estas duas cachoeiras estavam lotadas e apenas tirei algumas fotos delas. A Véu de Noiva foi uma das que mais gostei do passeio. Porém mal tinha lugar para deixar a mochila e entrar na água. Assim, segui caminho e fui para a Cachoeira Antares.

Cachoeira Antares ou Conquista

Cachoeira Antares ou Conquista

A Cachoeira Antares ou Conquista é a mais distante do centro, aproximadamente 15Km, e é a que tem a trilha mais longa, mas de fácil acesso. Das cachoeiras que visitei é a que tem maior queda, inclusive tinha gente descendo ela de rapel no dia.

Passeio pelo centro de São Thomé das Letras

Depois de conhecer as cachoeiras, a dica é subir até algum ponto alto da cidade e curtir o pôr do sol. São vários lugares para isso, e os mais badalados são o mirante de São Thomé, Pedra da Bruxa, Morro do Cruzeiro e Casa da Pirâmide.

Pôr do Sol na Casa da Pirâmide

Pôr do Sol na Casa da Pirâmide

A Casa da Pirâmide é uma construção toda de pedra, típica da cidade. Lá é possível subir na cobertura da casa para apreciar o horizonte, o nascer e o pôr do sol. Como é um dos pontos mais visitados da cidade, costuma estar lotado, então é bom chegar cedo para escolher um bom lugar.

Subida do Morro do Cruzeiro

Subida do Morro do Cruzeiro

Logo ao lado da casa esta o Morro do Cruzeiro, que também é imperdível e proporciona uma visão privilegiada.

Pedra da Bruxa

Pedra da Bruxa

Pouco mais distante, mas não muito, esta a Pedra da Bruxa, que também é ideal para curtiu a natureza. A pedra é uma formação rochosa em formato de uma Bruxa e o acesso ao topo dela é um pouco mais complicado que dos outros lugares, mas não exige muito esforço.

Além disso, é muito bom e inspirador caminhar pelas ruas do centro histórico de São Thomé das Letras, que inclusive é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais desde 1996.

Feira de Artesanato em São Thomé das Letras

Feira de Artesanato em São Thomé das Letras

Ruas de São Thomé das Letras

Ruas de São Thomé das Letras

Estabelecimentos comerciais de São Thomé das Letras

Estabelecimentos comerciais de São Thomé das Letras

A região central é cheia de bares e restaurantes, são ótimos lugares para comer um prato típico mineiro e beber uma cerveja. Pelas ruas também tem diversos hippies vendendo seus artesanatos, principalmente ao lado da Igreja Matriz e da Praça Central, além de diversas lojas com produtos locais como geleias, pimentas, cachaça e outros.

Igreja de Pedra

Igreja de Pedra

Saindo um pouco da badalação, há a Igreja de Pedra, ou Igreja Nossa Senhora do Rosário, que é uma parada obrigatória pra quem visita a cidade. Ela foi construída por escravos no século XVIII com pedras sobrepostas extraídas da região.

Onde se hospedar em São Thomé das Letras

A cidade possui muitos hotéis, pousadas, campings e pessoas que alugam um cômodo de suas casas para os turistas. Porém esta vasta disponibilidade de lugar não é visível pra quem busca se precaver e reservar um local antecipadamente. Já que poucos deles são encontrados na internet.

Outro ponto negativo nesse sentido, é que além da oferta de locais ser limitada numa busca feita na internet, poucos locatários respondem e-mails e mensagens de WhatsApp, ou demoram muito.

Mas, não é necessário se preocupar muito com isso com antecedência. Quem quiser pode ir despreocupado e procurar no próprio dia um local para passar a noite. Segundo algumas conversas com o pessoal de lá, é comum as pessoas irem pra cidade passar um dia e resolver em cima da hora ficar também a noite.

Cachoeira dentro da Pousada Imagik

Cachoeira dentro da Pousada Imagik

Na minha visita me hospedei na Pousada Imagick (www.imagick.com.br), que além de pousada também é um Instituto de Pesquisas que estuda os processos que relacionam a mente com a qualidade de vida dos homens.

O lugar é muito bonito e aconchegante com ótimo atendimento. Ela fica na estrada que leva a Sobradinho, cerca de 9km do centro de São Thomé das Letras. Super recomendo!

Fotos de São Thomé das Letras


2 Comentários para “São Thomé das Letras – Minas Gerais”

  1. Suellen disse:

    Olá! Com relação à água estar barrenta, você foi em que mês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *